Prefeitura desmente fechamento da unidade de saúde do Santo Antônio em Camaçari.



A Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria da Saúde (Sesau), tranquilizou a população sobre a situação da Unidade de Saúde da Família (USF) do bairro Santo Antônio, durante reunião com uma comissão de moradores do Santo Antônio e São Vicente, na manhã desta terça-feira (10/4). De acordo com o secretário de Saúde, Elias Natan, disseminar que o posto seria fechado foi uma atitude irresponsável. “Nunca houve e nem haverá essa possibilidade de fecharmos uma USF, quando na verdade queremos é ampliar o serviço de atenção às famílias no município”, destacou o titular da pasta. Após ouvir as reivindicações dos moradores, o secretário garantiu que a requalificação da USF Santo Antônio está no pacote de obras que será anunciado pelo prefeito Elinaldo Araújo na próxima semana. “A reforma da unidade já está programada desde o mês de março. Só estamos acertando os detalhes finais para começar”, garantiu. Após a conclusão da reforma, Elias Natan garantiu também a reativação do consultório odontológico, da sala de curativos e de vacinação. “Esses serviços estão parados na unidade há quase oito anos. Desde o ano passado queríamos ter reativado tudo. Contudo, encontramos 46 unidades de saúde em situações precárias e tivemos que começar as reformas por 24 unidades em 2017. E esse ano, a gestão continuará com as requalificações. Assim que terminar a reforma todos esses serviços serão reativados”, afirmou. Até a conclusão da reforma, os moradores do Santo Antônio e São Vicente receberão atendimento odontológico todas as sextas-feiras na USF do Gravatá e, ainda, será planejado um esquema para garantir a vacinação desta população. “Uma coisa a população pode ter certeza, o governo Elinaldo está empenhado em buscar uma solução para os problemas da saúde pública de Camaçari que estão assolando nosso povo há mais de oito anos. Se em 2017 fizemos muito, mesmo com pouco orçamento, esse ano faremos muito mais com a reforma de mais unidades de saúde, a reativação de todas as farmácias e investimentos nas cirurgias eletivas e Atenção Básica”, finalizou Natan. Autor: Ascom/PMC.