Propaganda

Beauty





Tapa, soco, pernada e chutes foi o tratamento que a população tentou oferecer ao um suspeito de furtar na Avenida Washington Luis, em frente ao Mercado Municipal de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Populares perceberam que o rapaz estava desarmado e iniciaram uma perseguição. O caso aconteceu na tarde desta quinta-feira (8/2), por volta das 16h30h. De acordo com a Polícia Militar, Alan Silva Cerqueira, foi acusado de ter subtraído um aparelho celular de seu companheiro identificado como Odirlei Oliveira de Carvalho. Conforme informações de testemunhas, os moradores teriam se revoltado, e o desejo de “justiça” subverteu a lógica justa do direito, e inconsequentemente, tentaram linchar o acusado que correu para dentro do supermercado Rede Mix. Em nota, a Polícia Militar informou que uma viatura do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) foi acionado e encaminhou o acusado e a suposta vítima para a 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho, para adoção das medidas cabíveis.Fonte:Simões Filho online.

SIMÕES FILHO: População tenta linchar homem acusado de furtar celular de companheiro em frente ao Mercado Municipal.





Tapa, soco, pernada e chutes foi o tratamento que a população tentou oferecer ao um suspeito de furtar na Avenida Washington Luis, em frente ao Mercado Municipal de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Populares perceberam que o rapaz estava desarmado e iniciaram uma perseguição. O caso aconteceu na tarde desta quinta-feira (8/2), por volta das 16h30h. De acordo com a Polícia Militar, Alan Silva Cerqueira, foi acusado de ter subtraído um aparelho celular de seu companheiro identificado como Odirlei Oliveira de Carvalho. Conforme informações de testemunhas, os moradores teriam se revoltado, e o desejo de “justiça” subverteu a lógica justa do direito, e inconsequentemente, tentaram linchar o acusado que correu para dentro do supermercado Rede Mix. Em nota, a Polícia Militar informou que uma viatura do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) foi acionado e encaminhou o acusado e a suposta vítima para a 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho, para adoção das medidas cabíveis.Fonte:Simões Filho online.