Propaganda

Beauty






No início da noite desta quinta-feira, 25, pouco depois das 18h. WSS de 17 anos e outros dois marginais ainda não identificados, morreram após um grave acidente ocorrido na BR 242, nas proximidades da empresa Mauricéa, na altura do setor industrial de LEM. De acordo com informações repassadas à reportagem do Blog do Sigi Vilares, quatro marginais teriam roubado um veículo Ford KA, de placa policial PKF 1730, por volta das 18h, na Rua Rui Barbosa, no centro da cidade. De acordo com informações, uma mulher esperava sua mãe em frente à uma empresa na rua citada acima, quando foi surpreendida pelos marginais que anunciaram o assalto. Os marginais fugiram levando o carro e alguns pertences da vítima. "Por pouco eles não me levaram no carro também como refém. Foi minha mãe que me puxou e impediu que eles me levassem", contou a dona do carro. Os assaltantes empreenderam fuga pela BR 242, sentido setor industrial, quando o marginal que estava na direção do Ford KA foi fazer uma ultrapassagem, colidindo de frente com uma caminhonete F250. Na caminhonete, estavam pai e filhos. Marcelo kanzi, de 40 anos, e Belmiro kanzi, de 62 anos, que retornavam de uma fazenda da família. Eles foram socorridos por duas equipes médicas do SAMU, sem gravidades, para a UPA. Os dois veículos saíram da pista e só pararam as margens da rodovia. Os marginais ficaram preso nas ferragens e foram retirados pelo corpo de bombeiros de LEM. Apenas um dos assaltantes foi identificado. A dona do carro chegou a procurar a delegacia de polícia informando o destino que os marginais estavam tomando. Em seguida, os policiais civis sairam em perseguição, juntamente com uma guarnição da 85 CIPM. Ao passar pelo acidente, ela recebeu a informação que eram os marginais que teriam vindo a óbito. O quarto marginal relatado pela vítima não estava no veículo. A PRF foi informada para registro do acidente. A polícia técnica é esperada no local para fazer a perícia e a remoção dos corpos para o IML de Barreiras. (Fonte: Reportagem de Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares)

Bandidos morrem após roubar e bater carro.






No início da noite desta quinta-feira, 25, pouco depois das 18h. WSS de 17 anos e outros dois marginais ainda não identificados, morreram após um grave acidente ocorrido na BR 242, nas proximidades da empresa Mauricéa, na altura do setor industrial de LEM. De acordo com informações repassadas à reportagem do Blog do Sigi Vilares, quatro marginais teriam roubado um veículo Ford KA, de placa policial PKF 1730, por volta das 18h, na Rua Rui Barbosa, no centro da cidade. De acordo com informações, uma mulher esperava sua mãe em frente à uma empresa na rua citada acima, quando foi surpreendida pelos marginais que anunciaram o assalto. Os marginais fugiram levando o carro e alguns pertences da vítima. "Por pouco eles não me levaram no carro também como refém. Foi minha mãe que me puxou e impediu que eles me levassem", contou a dona do carro. Os assaltantes empreenderam fuga pela BR 242, sentido setor industrial, quando o marginal que estava na direção do Ford KA foi fazer uma ultrapassagem, colidindo de frente com uma caminhonete F250. Na caminhonete, estavam pai e filhos. Marcelo kanzi, de 40 anos, e Belmiro kanzi, de 62 anos, que retornavam de uma fazenda da família. Eles foram socorridos por duas equipes médicas do SAMU, sem gravidades, para a UPA. Os dois veículos saíram da pista e só pararam as margens da rodovia. Os marginais ficaram preso nas ferragens e foram retirados pelo corpo de bombeiros de LEM. Apenas um dos assaltantes foi identificado. A dona do carro chegou a procurar a delegacia de polícia informando o destino que os marginais estavam tomando. Em seguida, os policiais civis sairam em perseguição, juntamente com uma guarnição da 85 CIPM. Ao passar pelo acidente, ela recebeu a informação que eram os marginais que teriam vindo a óbito. O quarto marginal relatado pela vítima não estava no veículo. A PRF foi informada para registro do acidente. A polícia técnica é esperada no local para fazer a perícia e a remoção dos corpos para o IML de Barreiras. (Fonte: Reportagem de Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares)