Propaganda



Termina no dia 31 de julho prazo para renovação dos alvarás dos mototáxistas. Até o momento, dos 759 profissionais cadastrados, 170 fizeram abertura do processo renovação, portanto, faltam 589 comparecerem à Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT) de Camaçari com a documentação exigida para que possam atualizar seus dados e, assim, continuarem trabalhando regularmente. Neste ano, o mototáxista deverá apresentar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que permite o transporte de passageiros de forma remunerada e o curso de mototáxista, nova padronização da motocicleta, capacetes e coletes, para obter a o alvará de circulação 2017. Durante o procedimento para renovação do alvará está sendo realizado a vistoria do veículo, onde estão sendo analisadas as condições de funcionamento, os itens obrigatórios de segurança, os acessórios, e as condições gerais. Os mototáxistas que não renovarem a permissão correm o risco de perder a autorização para trabalhar. Foto: Reprodução -- ASCOM - Prefeitura de Camaçari

Camaçari Mototáxistas devem fazer renovação de alvará



Termina no dia 31 de julho prazo para renovação dos alvarás dos mototáxistas. Até o momento, dos 759 profissionais cadastrados, 170 fizeram abertura do processo renovação, portanto, faltam 589 comparecerem à Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT) de Camaçari com a documentação exigida para que possam atualizar seus dados e, assim, continuarem trabalhando regularmente. Neste ano, o mototáxista deverá apresentar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que permite o transporte de passageiros de forma remunerada e o curso de mototáxista, nova padronização da motocicleta, capacetes e coletes, para obter a o alvará de circulação 2017. Durante o procedimento para renovação do alvará está sendo realizado a vistoria do veículo, onde estão sendo analisadas as condições de funcionamento, os itens obrigatórios de segurança, os acessórios, e as condições gerais. Os mototáxistas que não renovarem a permissão correm o risco de perder a autorização para trabalhar. Foto: Reprodução -- ASCOM - Prefeitura de Camaçari