Propaganda

Beauty



Eufórico com a primeira noite do Camaforró, nesta quinta, (22) o prefeito Antonio Elinaldo contou que, desde que a Prefeitura tomou a decisão de realizar a festa, o movimento na cidade começou a aumentar. “Agora, temos informações que visitantes de várias cidades estão lotando os hotéis de Camaçari, comprando roupas no comércio local, fazendo refeições nos nossos restaurantes, pegando taxi. Acertamos em realizar a festa, pois fomentou a economia local, ou seja: além dos músicos contratados vem ocorrendo esse grande movimento no comércio e serviços do município”, disse. A expectativa da Prefeitura é que o Camaforró 2017 gere R$ 50 milhões. Em relação à organização, Elinaldo lembrou que ouviu a população, a imprensa e a Câmara de Vereadores e ocorreu a opção de transferir Carramanchão (onde ocorrem apresentações musicais de artistas da terra) para o lado de fora da área onde as pessoas se divertem com as atrações do palco principal. “Com isso, criamos mais espaço para a multidão. Acertamos no modelo”. Em relação ao Camaforró Solidário, embora não seja obrigatória a doação de um quilo de alimento para entrar no espaço dos shows, as pessoas compreenderam importância da campanha. “Temos a expectativa de arrecadar 150 mil quilos de alimentos nesses três dias, que serão doados a instituições de caridade”, declarou. Logo que chegou ao local do Camaforró, na noite dessa quinta, Elinaldo percorreu as instalações, visitou as barracas e passou no posto médico para checar se estava tudo nos conformes. Depois, (em companhia do deputado federal Paulo Azi que visitou a festa) caíu no forró. Nesta sexta, o prefeito vai prestigiar o São João nas localidades de Barra do Pojuca e Abrantes, No sábado, visitará outras localidades da orla. ASCOM - Prefeitura de Camaçari.

Prefeito Elinaldo comemora sucesso do Camaforró.



Eufórico com a primeira noite do Camaforró, nesta quinta, (22) o prefeito Antonio Elinaldo contou que, desde que a Prefeitura tomou a decisão de realizar a festa, o movimento na cidade começou a aumentar. “Agora, temos informações que visitantes de várias cidades estão lotando os hotéis de Camaçari, comprando roupas no comércio local, fazendo refeições nos nossos restaurantes, pegando taxi. Acertamos em realizar a festa, pois fomentou a economia local, ou seja: além dos músicos contratados vem ocorrendo esse grande movimento no comércio e serviços do município”, disse. A expectativa da Prefeitura é que o Camaforró 2017 gere R$ 50 milhões. Em relação à organização, Elinaldo lembrou que ouviu a população, a imprensa e a Câmara de Vereadores e ocorreu a opção de transferir Carramanchão (onde ocorrem apresentações musicais de artistas da terra) para o lado de fora da área onde as pessoas se divertem com as atrações do palco principal. “Com isso, criamos mais espaço para a multidão. Acertamos no modelo”. Em relação ao Camaforró Solidário, embora não seja obrigatória a doação de um quilo de alimento para entrar no espaço dos shows, as pessoas compreenderam importância da campanha. “Temos a expectativa de arrecadar 150 mil quilos de alimentos nesses três dias, que serão doados a instituições de caridade”, declarou. Logo que chegou ao local do Camaforró, na noite dessa quinta, Elinaldo percorreu as instalações, visitou as barracas e passou no posto médico para checar se estava tudo nos conformes. Depois, (em companhia do deputado federal Paulo Azi que visitou a festa) caíu no forró. Nesta sexta, o prefeito vai prestigiar o São João nas localidades de Barra do Pojuca e Abrantes, No sábado, visitará outras localidades da orla. ASCOM - Prefeitura de Camaçari.